Gestão por indicadores em construtora: 3 dicas para começar

Você sabe quanto tempo os seus corretores gastam, em média, para fechar uma negociação, desde o primeiro contato até o fechamento da venda? Tem conhecimento sobre o retorno médio trazido por cada um deles para a sua construtora? Sabe ainda quantas vendas são efetivadas mensalmente? Se a resposta para todas essas perguntas é sim, você está no caminho certo. Entretanto, lamentamos dizer que essas informações não contemplam nem metade do que você precisa saber para gerir a sua empresa e os seus colaboradores com eficiência e assertividade. Para isso, você precisar contar com uma gestão por indicadores (KPIs) para a sua construtora.

Mas, o que seria uma gestão de indicadores e como começar a fazê-la da forma correta? Esclarecer essas dúvidas é exatamente o objetivo do artigo de hoje. Nele, mostraremos o porquê que a gestão por indicadores é uma alternativa viável e ainda disponibilizaremos algumas dicas de por onde começar na hora de implementar esse tipo de gestão em sua construtora. Acompanhe:

Afinal, como a gestão por indicadores (KPIs) pode ajudar minha construtora?

A expressão KPI (Key Performance Indicator) pode ser traduzida como Indicador-Chave de Performance, em português. A sigla faz referência aos índices utilizados para medir como determinadas ações atendem a certos objetivos. Na maioria dos casos, eles estão relacionados aos principais processos do negócio.

Vale lembrar que KPIs não devem ser confundidas com métricas. Ou seja, métricas são vistas apenas como algo a ser medido. Em contrapartida, os KPIs são indicadores importantes para um objetivo. Se uma métrica passa a ser relevante para a estratégia, ela é vista como um indicador-chave.

Sabia que grande parte dos donos de construtoras ignoram os KPIs para construtora, mas a atividade é tão importante quanto o próprio planejamento estratégico do negócio? Afinal, é dessa forma que vamos levantar informações relevantes que ajudam não só o plano de negócios, mas também a própria gestão de colaboradores e de resultados.

Por exemplo, imagine a seguinte situação: você está em um balão de ar, viajando entre dois municípios. Pense como é possível saber se está indo no caminho certo ou se as coisas estão andando bem? A resposta é simples: você precisa de equipamentos que indiquem a altura exata do balão, qual a sua velocidade, qual a direção que está indo, há quanto tempo está voando, quantos quilômetros faltam para chegar. Sem esses dados, você estará perdido.

O mesmo acontece em sua construtora. Assim, sem uma gestão por indicadores efetiva a sua empresa nunca encontrará o rumo correto. Mas, por onde começar? Continue lendo o nosso post e entenda:

Quais os principais KPIs para a sua construtora?

1. Taxa de conversão por origem

De forma mais ampla, a taxa de conversão é calculada ao verificar quantos clientes criados e atendidos em um período dividido pela quantidade de vendas nessa mesma faixa de tempo. Por exemplo: se temos 202 leads criados, sendo que 37 fecharam venda, então, a taxa de conversão é de 18,32%. Importante acompanhar por um relatório, como o BI abaixo:

gestão por indicadores

Depois é necessário aprofundar a análise para descobrir a taxa de conversão por origem (ou canal). Ou seja, qual a taxa de conversão dos clientes que foram criados, a partir, por exemplo, do Facebook, site ou mesmo pelos clientes que visitaram o stand. Seguindo o exemplo acima, ao filtrar por origem, a taxa de conversão do Facebook foi de 10,42%:

gestão por indicadores

Além disso, é imperativo acompanhar de perto quais os canais que mais obtiveram retorno em taxa de conversão e ainda dar o devido feedback para cada equipe responsável.

2.Tempo de atendimento

Um outro KPI é o tempo de atendimento, que impacta diretamente na efetivação da venda e na satisfação do cliente.

No setor imobiliário, os clientes acreditam ser aceitável serem atendidos em até 24 horas. Contudo, segundo pesquisas recentes, contatos realizados nos primeiros cinco minutos aumentam a chance de sucesso em 100 vezes.

Por isso, desde o primeiro contato até a entrega das chaves e o pós-venda, o cliente deseja ser atendido rapidamente para sentir-se bem auxiliado pela empresa sobre do processo da obra.

Outro ponto que precisa ser levado em consideração é o tempo gasto para dar um retorno e atender leads (possíveis clientes que demonstraram interesse em um determinado produto da sua empresa), que são atraídos pelas campanhas digitais realizadas pela sua construtora.

Por exemplo, quando o departamento de marketing da sua empresa promove anúncios no Facebook e essa campanha é assertiva, consequentemente, ela vai atrair leads e, por esse motivo, é imprescindível que corretor de imóveis não demore para entrar em contato com o possível cliente.

Nesse sentido, um ponto que deve ser levado em consideração é o Tempo Médio de Atendimento (TMA), que é dividido em duas partes:

  1. tempo entre o lead ser gerado por uma campanha e receber o primeiro atendimento;
  2. tempo entre o cliente mudar de etapa de atendimento e ter o primeiro registro de atendimento no CRM. Por exemplo: tempo entre o cliente entrar na etapa “proposta” e, na sequência, o responsável registrar a aprovação.
gestão por indicadores

3.Gestão por indicadores

O importante é definir bem a sua gestão por indicadores, porém o mais importante é medir esses indicadores constantemente. No caso do mercado imobiliário, o importante é levar em consideração as seguintes KPIs:

  • taxa de conversão (geral e por origem);
  • ticket médio de venda;
  •  tempo gasto para o primeiro atendimento.

Com o tempo, você pode fazer ajustes e descobrir quais realmente estão relacionadas ao sucesso e quais são apenas métricas. Acima de tudo, lembre-se que a lógica em KPIs é: “se não dá para medir, não vale a pena fazer”.

O que você achou do conteúdo de hoje sobre gestão por indicadores em sua construtora? Ele foi útil para você? Conte para a gente nos comentários!

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
WhatsApp

PARCEIRO OFICIAL

Facilita CRM

O  Facilita foi criado para permitir que vendedores externos possam colaborar de forma mais produtiva com a equipe interna, garantindo mais visibilidade e controle ao gestor comercial e mais autonomia aos vendedores.

Conecte-se e dê o Start na sua
inovação e transformação digital

VALLEY'S DESTAQUE

Por que integrar marketing e vendas no mercado imobiliário?
  Foi-se o tempo em que marketing e vendas trabalhavam de forma separadas, a união...
4 Ferramentas de marketing digital que irão ajudar na sua imobiliária
Para quem trabalha com venda de imóveis, a presença no ambiente digital não é mais...

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de tudo que acontece no imobvalley

O primeiro Ecossistema de Inovação e transformação digital do Mercado imobiliário Brasileiro.

Transformação