O impacto da tecnologia no mercado imobiliário

O mundo mudou. Isso é um fato. Você conseguiria imaginar há 10 anos que um aplicativo ou site mudaria não só a vida das pessoas, mas também a economia? As maiores empresas do mundo entenderam uma grande verdade do mundo dos negócios: solucionar as necessidades do consumidor, facilitando sua vida, conectando pessoas no mesmo local para atender o consumidor, quebrando barreiras e tornando as distâncias físicas em oportunidades.

As três maiores competidoras na “corrida do trilhão” estão nesta lista: Microsoft, Amazon e Apple.

Pessoas podem se conectar com outras em qualquer lugar do mundo. Os celulares são máquinas inteligentes e que funcionam como assistentes pessoais. Não há limites para o que a tecnologia pode fazer pelo homem. Machine Learning, Inteligência artificial, as métricas possíveis de serem analisadas e tantas outras ferramentas/ações são cruciais hoje.

E o ponto principal do avanço que deve ser debatido, analisado e utilizado como norte nas ações imobiliárias são as mudanças do consumidor através dessas tecnologias.

Jonathan Levav, Professor da Universidade de Stanford, concentra seus sobretudo no comportamento dos consumidores e afirmou que “Somos muito bons em fazer novas tecnologias, mas não tão bons em saber o que elas significam para as pessoas”. Levav e sua equipe descobriram através de pesquisa dados que podem surpreender e mudar a forma como pensamos as atuais estratégias digitais.

Um exemplo prático pode ser: imagine duas escalas de zero a dez. Você tem que dar uma nota a um hotel, por exemplo. Em uma das escalas, você pode clicar diretamente em um número. Na outra, tem de arrastar o cursor do zero até o número desejado. Acredite ou não, o resultado poderia ser diferente em cada um dos casos, porque a experiência é diferente. Consumidores de idades diferentes, com facilidades ou dificuldades com a tecnologia podem ser mais propensos a certos comportamentos.

Em uma estratégia de Marketing Digital profissional as personas são criadas justamente para nortear o trabalho da equipe auxiliando que a particularidades dos potenciais clientes seja respeitada e explorada.

Há muitos anos para ouvir o sim do cliente e ter permissão para falar de negócios era preciso contatá-lo pessoalmente. Hoje em um formulário, dizer “sim” pode significar clicar em um botão.

Um exemplo clássico de como a tecnologia mudou o mercado imobiliário é AIRBNB. Por um lado, essa inovação traz mais rentabilidade para proprietários de imóveis, por outro lado a economia do compartilhamento tem trazido problemas para a população de diversas cidades ao redor do mundo que não conseguem mais morar no próprio local, pois a locação por temporada está tirando imóveis do mercado de locação convencional e inflacionando os preços.

Mas o mercado imobiliário pode também explorar a ideia por trás do AIRBNB de forma muito positiva, com foco nos investidores que podem comprar seus empreendimentos e sublocá-los tendo um retorno expressivo e mais conectado aos desejos do consumidor moderno.

As novas tecnologias vieram para ficar, por isso é preciso se atualizar e criar estratégias para conquistar esse novo perfil de consumidor.

Quer saber mais sobre como as tecnologias impactam o mercado imobiliário?

VALLEY DESTAQUE

Por que integrar marketing e vendas no mercado imobiliário?
  Foi-se o tempo em que marketing e vendas trabalhavam de forma separadas, a união...
4 Ferramentas de marketing digital que irão ajudar na sua imobiliária
Para quem trabalha com venda de imóveis, a presença no ambiente digital não é mais...

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de tudo que acontece no imobvalley

O primeiro Ecossistema de Inovação e transformação digital do Mercado imobiliário Brasileiro.

Transformação